A primeira Wurst a gente nunca esquece


Ok, comi a tal salsicha. E salada de batata com maionese (acho).

Dez e meia da noite, clima de final de tarde, 27ºC, e eu comendo a tal da Bockwurst mit Kartoffelsalat.

Na verdade as minhas intenções eram inocentes, achar um sanduíche e tomar um café, mas não encontrei em lugar nenhum. Aí achei que já era hora de encarar a famosa salsicha bock. Até porque era o prato mais barato do restaurante: 3,5 euros.

A comida aqui é bem mais barata do que no Brasil, se levarmos em consideração que 1 euro pra eles é como 1 real pra nós.

Perfeita noite germânica. Até tiraram a música breguinha em inglês que estava tocando para colocar o que julgo ser música popular alemã.

E mais:

1) Cruzei um parque como a Redenção, em Porto Alegre, à noite, sozinha, e foi a coisa mais normal do mundo;
2) Atravessei a rua com o sinal vermelho para os pedestres e, mesmo sem vir nenhum carro, os alemães ficaram bravos comigo.

5 comentários:

  1. Ehehehehehehehe!!!
    E aí quais suas impressões sobre "o salsicha boch???

    ResponderExcluir
  2. Alsooo, o salsicha é muito bom, muito bom, e o patata também, alles gut! kkkk

    ResponderExcluir
  3. eeeeeeeee
    linda linda linda
    to aqui acompanhando tudo hein!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Fraaannn... não passe mais sinais vermelhos!! É feio!

    ResponderExcluir
  5. Francis a vó ta te acompanhando em tudo e dou boas risaas dos comentários.beijão

    ResponderExcluir