Um pedido de desculpas à professora Marlene

Durante os três anos do segundo grau, mais um ano de faculdade que fiz em Torres/RS, tive muitos atritos com a Marlene, minha professora de português.

Na verdade simpatizávamos uma com a outra, mas eu não aguentava mais ela ensinar as mesmas coisas sobre análise sintática - que pra mim eram óbvias -, e ela perdia a paciência comigo fazendo perguntas que deixavam os colegas ainda mais confusos.

Pois hoje peço publicamente desculpas por ter reclamado da professora Marlene e das suas intermináveis sessões de análise sintática, anos a fio. De fato elas estão ajudando muito nas aulas de alemão, a compreender e comparar as estruturas dos idiomas, e tenho aprendido bem mais rápido.

Justiça seja feita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário