Supermercado - uma nova abordagem

Pela primeira vez fui de carro ao supermercado na Alemanha. A Ute se ofereceu para me levar em casa, então achei melhor já fazer meu ranchinho. Me dei ao luxo de pegar um carrinho - sim, porque quando estou a pé vou só de cestinha, para não perder a noção do peso que vou ter que carregar. E pra melhorar ainda fui com apoio técnico. O marido da Ute precisava comprar umas coisas também e me ajudou a escolher a carne e a achar as coisas nas prateleiras.

Na hora de passar no caixa não existem sacolas. As compras vão do carrinho para a esteira e de volta para o carrinho. No carro há dois cestos modulados no porta-malas, os produtos vão ali pra dentro e dali pra casa.

Bah! Meu trauma de supermercado até passou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário