Versão brasileira: Francis França

A Deutsche Welle lançou uma nova série de reportagens muito legais sobre estrangeiros que vivem há muitos anos na Alemanha e voltam à sua terra natal para ver e contar o que mudou desde a última vez em que estiveram em casa.

O projeto Expedição para casa acompanha a viagem de cinco latino-americanos, naturais de Argentina, Brasil, Colômbia, Chile e México de volta a seus países de origem.

A série será transmitida online e também pela DW-TV em alemão, inglês, espanhol e português. E os vídeos em português das três mulheres fui eu que dublei!

Para assistir, clique aqui. Você precisa clicar para abrir a página do protagonista e o vídeo está logo abaixo, no lado esquerdo.

Espero que gostem :-)

Como é viver em Bonn?

Por exemplo, domingo eu e meu namorado combinamos de encontrar nossa amiga Julia para um brunch. Estávamos esperando pelo trem elétrico e recebi um SMS da Julia dizendo que ia se atrasar uns 15 minutos e respondi que tudo bem porque também não chegaríamos na hora.

Descemos do trem elétrico, passei no banco pra sacar dinheiro e quando chegamos ao café combinado, dei falta do meu celular. Chilique. Refizemos o caminho até o banco: nada. Fomos até a parada do trem elétrico: nada.

Quando um trem chegou, falei com o motorista que achava que tinha perdido meu celular dentro da Bahn (é como a gente chama o trem elétrico). Ele "avisou todas as unidades" e disse pra eu checar na Bahn que viria no sentido contrário, porque provavelmente era a mesma em que eu estava antes.

Depois de 40 minutos, eu estava com o meu celular na mão outra vez. Uma velhinha o encontrou e entregou ao motorista.

Bem-vindo a Bonn.

Depois de dois invernos na Alemanha, você aprende que...


  • A sua bicicleta sobrevive à neve.
  • A sua planta no vasinho congela do lado de fora mesmo que tenha sol.
  • É possível que a temperatura fique na casa do zero grau por quase seis meses.
  • Só porque tem sol e está quente dentro de casa não significa que você pode sair de camiseta.
  • Não existe apenas uma gripe por ano.
  • Assoar o nariz em público é uma necessidade e está tudo bem.
  • Gorros são itens de sobrevivência para as orelhas, não importa o quão feios eles sejam.
  • Luvas se perdem como guarda-chuvas.
  • Você também vai pegar a mania de acender velas pela casa toda pra deixar mais aconchegante.

Dois dias de Hamburgo

Demos sorte, pegamos um sábado lindo de sol em Hamburgo, o que ouvi dizer que é raro - dizem que o clima é como em Bremen, que fica a mais ou menos uma hora de distância. Não demorou muito tempo para constatar o dito, já que o domingo estava de novo frio e chuvoso.

Hamburgo

Não deu pra fazer tudo o que tinha direito (nunca dá), mas caminhamos por todo o centro da cidade, pelo porto, e achei Hamburgo uma graça. Seguimos o roteiro de um guia turístico. Vimos o Binnenalster, que é um grande lago no centro da cidade e a praça da Rathaus, onde estava tendo um baile a fantasia. Nos perdemos pela Speicherstadt, que é o maior complexo de armazéns portuários do mundo e pela cidade velha (Altstadt), fofa, fofa. Achei o porto meio feio, mas talvez eu não tenha ido ao mirante certo.

Comemos (FINALMENTE) um maravilhoso filé de peixe num restaurante que fica perto da Rauthaus, à beira do canal do lago, chamado Frisenkeller. Recomendo!

Nosso hotel ficava na Reeperbahn, que é o bairro mais 'cool' da cidade, onde os Beattles lançaram sua carreira. Por acaso é também o distrito vermelho de Hamburgo, onde estão todos os sex-shops e bordeis da cidade. Nosso quarto parecia de motel. O François fez a reserva pela internet. Perguntei se ele não tinha visto fotos do quarto antes de fazer a reserva. Ele viu a localização, o preço e a avaliação do público, que era muito boa. Resultado: paredes vermelhas, teto preto com dourado, lustre com lâmpadas azuis e um "quadro" de oncinha na parede...

Enfim, como a Carol Dessen - que nós conhecemos pessoalmente em Hamburgo em um jantar com direito a brigadeiro e novos amigos super gente boa - disse, foi uma experiência antropológica interessante.

Hamburgo: aprovada!